Amador Brasileiro Gordinha Safada Trepando Delicia Pro Amigo De Minas Gerais

20 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

20 seg

Categoria:

Tag:

Amador Brasileiro Gordinha Safada Trepando Delicia Pro Amigo De Minas Gerais

Amador Brasileiro Gordinha Safada Trepando Delicia Pro Amigo De Minas Gerais

Certo dia um dos meus tios me chamou para ir concertar um computador dele que estava sem ligar, fui e ao chegar lá ele me disse que iria trabalhar, que eu ficaria a sós com sua mulher e que quando eu terminasse ela iria me pagar.

A Zizi logo pediu para penetrá-la por trás, pois ainda era virgem no cuzinho, eu e a Ericka chupamos demoradamente sua boceta e cuzinho e após gritos e sussurros de êxtase, enfiei minha tora naquele anel apertado e delicioso… gozamos os três feito loucos… passamos o resto da tarde e inicio da noite trepando e trocando carinho, afeto, fantasias… estamos juntos até hoje, para nós é tudo muito novo, não paramos para pensar no que aconteceu e acontece, apenas colocamos para fora tudo que sentimos e desejamos… essa foi a nossa primeira aventura, assim que puder, contarei outras…para o quarto da empregada de novo, eles me jogaram na cama com extermatambém.

Sou português e como tal peço desculpa se algum termo que usar, não for familiar ao povo brasileiro que domina este site.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Fomos ao banheiro tomamrmos banho e brincamos até voltarmos a cama, onde fizemos um papai e mamãe maravilhoso nos beijando e ela gemia alto ceu a chamava de minha puta safada cachorra ela gemia loucamente e eu gozei com um gemido alto caímos para o lado nos beijando e jurando que queríamos muito mais.

Batiam longos papos, ficaram amigos, os assuntos domésticos também eram comentados e ela não disse com todas as letras, mas deixou subentendido que não vivia muito bem com o marido. Ao ver o nick já me imaginei de cara pegando a tal gordinha, convidei-a para tc comigo que de pronto atendeu. A penetração foi uma delícia, ele metia com força, me chamava de vadia e apertava meus peitos enquanto eu gemia baixinho para ninguém escutar. Há onze anos atras, quando eu estava com 27 anos, eu estava de férias e resolvi ir visitar as cidades históricas de Minas Gerais.