Delicia essa casada sentada na pica do amante

visualizações

1 min 43 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Delicia essa casada sentada na pica do amante

Delicia essa casada sentada na pica do amante

Ainda espreitei debaixo do lençol, mas ainda que o quarto estivesse iluminado pela luz da rua, não era suficiente para conseguir ver ali debaixo.

Certo dia, decidimos nos reunir e ir para a chácara dos pais do meu amigo e antes de sairmos de casa eu já tentava bolar um jeito de comer ela, que agora era casada com meu amigo.

Até os 18 anos eu ainda era virgem e não tinha namorados, tinha paqueras rápidas com os meninos do condominio que sempre acabavam resultando em cintadas para mim, meu corpo também ainda não era ainda muito desenvolvido, mas dos dezoito aos dezenove anos minhas formas deram um salto de repente, passei de menina magrela para novinha gostosa, foi quando meus maiores problemas começaram com os rapazes loucos para me comer e o papai fazendo guarda feroz!Naquela época notei uma mudança radical em papai, qualquer reclamação ou suspeita da mamãe ele me castigava de um jeito diferente agora.

Fomos apresentadas com muita festa por parte das duas e eu era a menininha que cresceu. br/?zx=2cf788ade5d21613Já havíamos realizado todas as fantasias possíveis:orgias,estupro,sexo ao ar livre…O que mais poderia estar faltando?Não curto zoofilia ou sadomasoquismo,embora goste de uns tapas na bundinha,mas não gosto de apanhar. Novamente o vai e vem na minha bunda se torna mais prazeroso o tesão é enorme minha vontade é de gritar mas me contenho com meu rosto na cama, ele me puxa para fora da cama e fico de pé, com as mãos na parede e como ele era mais alto do que eu fico na ponta dos pés e me fode ainda mais rápido fica impossível resistir e os meus gemidos mais contidos ficam cada vez mais altos, ele com a mão na minha cintura e a outra puxando meus cabelos fala perto do meu ouvido: -pode gritar ninguém vai escutar, meus gemidos ficam mais alto mais sem muito escândalos, novamente voltamos para cama, ficocom meu corpo sobre a cama e as perna fora dela, ele vem por cima de mim e me fode novamente, seu corpo se apóia sobre o meu, nossos corpos colam com o suor e fica meioque rebolando sem tirar de dentro de mim, sinto ele bem fundo, novamente tira de mim, volta a tirar a camisinha, fica de joelhos na minha frente coloca seu pau na minha bocae me delicio naquele pau duro, até ele por suas mãos na minha bunda e me puxar contra ele forçando minha boca até o final e toco suasbolas e sinto o gosto do condicionador e falo que não da. "Daniel: nossa, que delícia, passa um batom tb, da cor da roupa…Eu: ok… Passei o batom da minha esposa""Olá, me chamo Gaby, tenho 18 aninhos, não acho o meu corpo nada demais, porém sempre recebo elogios.

No caminho, ainda na fazenda avistei Roi, meu jovem amante nos aproximamos, parei a caminhoneta e disfarçando.