Fantasias Cuckold – Esposa Loira Gostosa Delirando Em Sua Cama Com Um Pau Negro No Cú E Corno

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , ,

Fantasias Cuckold – Esposa Loira Gostosa Delirando Em Sua Cama Com Um Pau Negro No Cú E Corno

Fantasias Cuckold – Esposa Loira Gostosa Delirando Em Sua Cama Com Um Pau Negro No Cú E Corno

(continua)minha esposa é morena, tem 27 anos, não é do tipo que faz academia, mas é bonita e sempre tem algum cara dando em cima dela.

Foi neste ponto que decidimos postar algumas fotos mais ousadas em alguns sites e blogs especializados em Menage, Cuckold e assuntos relacionados, para que ela se certificasse de que os homens elogiariam sua forma e que desejariam muito estar com ela, coisa da qual eu tinha absoluta certeza.

Arthur amigo de Douglas era um belo rapaz, negro como Douglas corpo sarado e muito simpático, Douglas me deu um beijo na boca e nos apresentou Arthur já fez o mesmo um pouco mais agressivo senti seu pau já duro ele se afastou e me deu uma olhada de cima abaixo e comentou com Douglas que realmente eu era gostosa como ele havia dito.

Tirando uma última vez o pau da boca da Paty, deu mais três ou quatro bombadas na boceta da namorada e, sacando o pau a tempo, esguichou três longos e grossos jatos de porra em direção do corpo da loira. Após alguns dias separados eu e o meu amante reatamos e decidimos matar a saudade ele me levou á uma casa de praia e enquanto ele dirigia eu chupava seu pau, chegando na casa coloquei o biquíni e ficamos na beira da piscina tomando um vinho e conversando sobre algumas fantasias que um dia iremos realizar, entre uma conversa e outra minha buceta ja estava toda babada e ele pegou uma pedra de gelo colocou na boca e começou a me chupar, ahh! Foi uma sensação maravilhosa a combinação da língua quente com a pedra gelada, e não sei o que me deixava mais excitada se era aquela deliciosa chupada com mistura quente e fria ou se era o medo de ser vista pelo segurança que passava á todo instante em frente a casa.

Entrei com ela no primeiro motel que achei e minha esposa foi logo dizendo:” coloca a mão na buceta da tua puta e veja se eu gostei, nem tomei banho ainda p meu corno ver”E me contou que seu primeiro cliente era um garoto MT bonito de 1,80 pele clara e 22cm de pau.

-Vou tomar banho, e depois vou te foder até arregaçar essa sua buceta gostosa.

Quando estava sozinho com ela em casa eu a chamei para minha sala, no começo eu fiquei pelado é como sempre fiz ela passar a língua bem botãozinho no meu pau e na minhas bolas, me deixando muito excitado, enquanto ela fazia isso eu ia acariciando ela louquinho para foder aquela buceta gostosa que eu tanto cuidei e limpei tantas vezes, pois é, quando eu já estava morrendo de tesão eu a peguei e fui dando beijinhos nela para agradar até colocar ela empinadinha pra mim no sofá, ela me olhava como se quisesse dizer “finalmente você vai me comer gostoso né papai?” Ela piscava o cuzinho e mexia a bucetinha de um jeito excitante para mim, foi ai que eu a masturbeu e comecei abrir caminho com meus dedos para que depois eu pudesse colocar meu pau bem fundo, ela me olhava de um jeitinho lindo e era perceptivo que ela estava amando aquilo é estava extremamente excitada também assim como eu, bom eu fui colocando meu pau de vagarinho nela até conseguir meter tudo, eu segurava o quadril dela pra que pudesse terminar de colocar foi tão gostoso a primeira entrada pq ela estava quentinha e sim já estava molhadinha quase gozando, eu comecei fazer os movimentos de vai e vem metendo bem gostoso e cada vez mais fundo e com força, estava um tesão louco comer minha Dálmata de 4 e meu Pinto deslizava lisinho na buceta dela como se eu tivesse passado lubrificante, mas não, o único lubrificante era o gozo dela, bom eu continuei metendo até que resolvi fazer Éka deitar de ladinho comigo, bom a palavra “fazer” é um pouco forte pq eu fui virando e ela foi virando junto como se quisesse que eu a comece de ladinho, foi ai que eu comecei a caríciar de novo sem parar de meter, fui dando beijinhos nela e a deixando bem relaxada, estava muito gostoso e eu já tinha perdido a noção do tempo mas nada mais importava pq o prazer estava demais, eu comecei a colocar e tirar meu Pinto de dentro da buceta dela até que eu resolvi comer também o cu dela, eu fui metendo e metendo e metendo com tanta vontade que estava a ponto de gozar já, mas como meu fetiche ainda não tinha acabado e minha vontade era poder gozar dentro dela, eu já estava quente, suando e delirando de prazer, eu continuei com o ato até não aguentar mais e gozar bem gostoso naquele cuzinho maravilhoso, após isso eu fui tirando meu pau de vagar e pode ver aquela goza maravilhosa no vizinho dela, eu sorri e olhei pra ela fazendo carrinhos e ela me olhava como se quisesse me agradecer, logo após ela passou a língua novamente no meu pau e só depois fui lamber a própria buceta e seu cu (típico de cachorro mesmo).