Galera fazendo Putaria na Piscina

visualizações

9 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Galera fazendo Putaria na Piscina

Galera fazendo Putaria na Piscina

Ela ficou olhando pra rola grossa da cabeçona do frade. rnEm instantes o prazer deu lugar ao constrangimento e me dirigi ao chuveiro que havia ao lado da piscina e comecei a tomar um banho bem lento sem nem olhar para meu sogro que fazia o mesmo no chuveiro ao lado.

É lógico que fiz algumas restrições,já que a última vez que eu a vi ela era totalmente impossível de se conversar,sendo sempre muito independente e arteira,aprontando mil e uma com assunto de namorado,isso e aquilo,apesar de não ser bonita(pois na época ela tinha 12 anos e estava naquela fase de espinhas,aparelho nos dentes e umas gordurinhas sobrando na barriga)sabia pegar um cara de jeito;por tantas vezes eu me peguei batendo uma punheta pra ela ou ficando de barraca armada por causa daquela ninfeta que me atentava com uma certa voz rouquinha e um jeitinho atentado de ser. Logo voltamos ao jogo e eu não deixava ele se aproximar muito. Bom, não se pode ter tudo mesmo.

Ai o Beto começou com a conversa que queria comer meu cuzinho, ele tem todo o jeito e sempre que saímos sozinhos ou com mais gente ele come, mas eu achei que não precisasse rolar porque a putaria já estava ótima, então a Josi ficou dizendo que queria me ver fazendo uma dp, aí já fiquei doida… não tem como eu resistir a uma dp, estou viciada nessa porra.

Até ai achei que ela estava se tocando enquanto me chupava. Entrei no quarto ,,me aproximei dela e comecei a beijar suas lindas coxas pela parte de trás. Quanta coisa passa na cabeça dessa galera.

Até que em janeiro deste ano, ela pegou férias, e quando voltou disse que não iria sozinha pra praia no carnaval com as pessoas da família, que iria com o novo “namorado”…No carnaval ela foi com o namorado (um coroa, careca e uns 10 anos mais velho que ela) disse que tava na hora de sossegar a vida e ter alguém pra conviver no dia a dia e que a menina também precisava de um padastro, mas continuava a me olhar com aquela cara de puta….

Até que ele forçou minha cabeça enfiando o pau inteiro na minha boca e gozou gostoso. Como tinham vários meninos juntos acabávamos fazendo brincadeiras, batiamos um na bunda do outro, batiamos com a toalha e acabava sendo a maior bagunça dentro do vestiário.