Lésbicas safadas se chupando

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Lésbicas safadas se chupando

Lésbicas safadas se chupando

Gosto de vê-los excitados, gosto daqueles paus gozando pra mim e das palavras safadas. Com o corpo trêmulo, parecendo tomada por uma febre, agarrou o cacetão com as duas mãos.

Eu ficava olhando aquela cena e me lembrando de como eu havia desejado o que estava acontecendo comigo. Quando fazia faculdade conheci duas amigas que pelos comentários de alguns ,elas eram lésbicas, comentários maldosos por sinal, simplesmente por que andavam sempre juntas e nunca se misturava com a turma principalmente homens. Caralho, Puta que pariu, eram únicas coisas que conseguia falar enquanto aquele cara me fodia toda e eu gozava, pois não consegui ser arrombada por muito tempo sem gozar. Até que Felipe me pediu pra me mostra onde é o banheiro e eu fui. Foi então que passei a ler mais detidamente os anuncios do correio erótico, na esperança de selecionar algum que preenchesse a nossa espectativa.

– COME MEU CUZINHO!""Ele está muito próximo a mim, consigo sentir o seu perfume perto, esse cheiro é inesquecível.

Isa levantou para pegar a calcinha mas Biel não deixou.

Mas eu desejava aquilo desde o momento que o vi ao sair do banho;Aqui estou de volta!Estou aqui toda para vc negão faça tudo que vc quiser é segurou meu pau fez umas carícias e falou: agora vc vai sentir novamente minha boca nesse pau grosso e gostoso sendo engolido porque vc falou muitas vezes que sentia eu te chupando até vc gozar e vai sentir isso na realidade agora negão safado, nem terminou de falar bocanhou minha cabeça, passava a língua e eu olhando novamente vendo sua língua muito sacana e começou a fazer novamente uma chupetinha muito safadinha e começou a lamber todo meu pai com muito tesão , parecia que queria sugar ele todo para vc, que chupada gostosa vc me dá safadinha, me ajeitei deixando meu pau na sua boca e comecei um sessenta nove, lambia sua becetinha gostosa, culpava e ia com minha língua até seu secretinho e ficamos ali como dois selvagens chupado doidamente um ao outro.