Maridão Ajudando A Esposa A Chupar O Amigo

67 seg

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

67 seg

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Maridão Ajudando A Esposa A Chupar O Amigo

Maridão Ajudando A Esposa A Chupar O Amigo

Me despedi e fui embora marcando um almoço com o João na segunda feira. Quando saíram do colégio, já com seus 18 anos, foram fazer um cursinho para tentar vestibular.

Não sei se o termo é esse mesmo mas ela é minha co-cunhada, ou seja, casada com o irmão da minha esposa.

Esqueci-me que estava no escritório.

Tinha engolido toda a gala espessa.

Moro numa fazenda, mas estou sempre indo a capital para me cuidar como fazer massagem, ir a dermatologista, passar num bom Salão de beleza como também comprar produtos de beleza, roupas e sapatos.

Nisso eu disse:_ Gostou titia? É todo seu hoje, faça bom proveito, caia de boca nessa mandioca e mata sua vontade!Nisso ela começou a punhetar levemente ainda admirando o tamanho da ferramenta que ela tinha nas suas mãos. Cara, não resisti e mamei muito, era grande e grosso para um lek, deixei o pau bem babado, e tentava engoli e ele gemia e falava putaria, me chamando de putinha e professor viadinho. Padrão coloca uns filmes daqueles que o senhor tem no quarto pro Gabriel vê? Vamos lá então uai… chegando no quarto liguei a tv e coloquei um pornô hetero o pau do Gabriel subiu rapidinho e ficou meio que tampando com a mão.

Pedi que ele não fizesse porque eu não agüentaria receber aquela tora novamente na minha xeca completamente dilacerada. "Em uma tarde chuvosa de sábado, eu estava na casa do Gilberto, que estava me ajudando a terminar uma tarefa da escola particularmente difícil, quando algo me fezdesmoronar emocionalmente outra vez.

Nós ouvimos o barulho do meu marido chegando, e rapidamente nos recompomos.

Já pulei em cima daquela pica grossa e dura e comecei a chupar. Tínhamos marcado com os amigos do meu morzão.

ao mesmo tempo que urrava de prazer também fazia caretas de dor, para o deleite do meu maridão já quase gozando. E isso deixou ambos loucos e Paulo começou a socar forte, sem dó, segurava seus cabelos, dava tapas na bunda, chamava-a de putinha, safada, gostosa e Victória gemia mais e mais alto, mais gostoso, mais forte.