Rabuda Levando Pica De Quatro

visualizações

72 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Rabuda Levando Pica De Quatro

Rabuda Levando Pica De Quatro

Saí da faculdade, fui pra casa, chegando lá fiz minhas coisas de dano da casa e tal, quando fomos pra cama, na hora de dormir, ele me pediu pra contar, mas já foi me chupando, aí… aquela língua, ele sabe direitinho o que faz… e eu fui falando do conto, ele subiu e começou a chupar meus peitos e a tocar no meu grelinho, ao mesmo tempo, o que me deixa louca, e eu gemendo e falando do conto. -Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai.

Nosso relacionamento não era mais de pai e filha, era de marido e mulher, e com isso a relação com a minha mulher foi esfriando, mas íamos levando a vida como dava, tudo piorou quando Luiza começou a trabalhar de dia e a ir para faculdade a noite, com seu dia puxado não tínhamos tanto tempo para nossas transas e com isso ela começou a ter ciúmes da mãe, brigas constantes entre elas deixava o ambiente cada vez pior, e Ana não entendi o motivo da agressividade da nossa filha, mas eu sabia muito bem, e logo as brigas pioraram e eu acabava brigando também e já não agüentava mais essa vida, tomei então a decisão de sair de casa, Ana não ficou tão abalada quanto imaginava, talvez tivesse algum caso que eu não sabia, mas pouco me importava. Com os vizinhos não, mas e com a turma?– Eu nunca imaginaria que um de vocês iria criar caso vendo quatro lindas garotas nuas… vocês não são gays, são?– Não, ninguém é gay, mas talvez vocês nos deixem excitados…– Jura? E se eu te dissesse que é exatamente isso que nós queremos?– Ah, bom… então tudo bem!Elas tiraram os biquínis e ficaram calmamente deitadas, lado a lado, deixando o sol tostar suas brancas peles.