So no cuzinho da mulher do corno de Barueri-Sp

So no cuzinho da mulher do corno de Barueri-Sp

So no cuzinho da mulher do corno de Barueri-Sp

Fui pra casa e vida normal, cumprimentando o corno sempre que via e ela sempre baixando a cabeça como do início como se estivesse envergonhada. Ele arrebitou a bunda dela e começou a chupar a buceta e o cuzinho, ela delirava, gemendo e se contorcendo, trocamos de posição, ela passou a chupar o pau do meu amigo e eu a penetrar a buceta dela ao mesmo tempo que enfiava o dedo no seu cuzinho, ela estava de olho fechado, mas chupava e gemia, então parei, peguei uma camisinha e dei pro meu amigo, ela parou de chupar e colocou a camisinha, sentou-se no sofá, ela sentou no colo dele e começou a cavalgar.

A mão dele acariciava seu clitóris enquanto metia e ela gemeu de novo, com prazer.

Eu disse que não me lembrava ao certo da primeira vez e realmente não me lembro…toda essa discrição foi baseada em flashs que eu tenho na cabeça e um pouco de “licença poética” rsrs… Acredito que essa tenha sido a primeiro vez…as falas dela são as que usamos até hoje e essas sim eu nunca esqueço. Carol já molhada de tanto Tesão passou a mão nos ombros musculosos de Fernando e foi descendo até o seu pau super duro.

A gente não entende as mulheres, ela gozou feito uma cadela, e ainda ficou brava e me puniu. Gosto de mulheres e até faço certo sucesso com elas, entretanto tenho uma tesão enorme por homens e nesses casos gosto de ser uma fêmea completa. Começamos a assistir o filme, ele arrumou uma desculpa pra colocar a mão na minha perna, eu segurei na mão dele. Júlio pega o lubrificante, me entrega e volta a meter no cuzinho de Sandra. Me lambia em cada lugar do corpo que me fazia arrepiar enquanto tirava, sem pressa, peça por peça.

Vi que o pau do Olímpio era pequeno, o do Durval era bem maior, do tamanho do seu.