Video Porno Caseiro Amadora Muito Safadas Sexo Anal Para Amigo Bem Gostoso – Es

6 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

6 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Video Porno Caseiro Amadora Muito Safadas Sexo Anal Para Amigo Bem Gostoso – Es

Video Porno Caseiro Amadora Muito Safadas Sexo Anal Para Amigo Bem Gostoso – Es

– É só que… O que diabos aconteceu aqui?meu nome é Leo tenho 22 anos e queria contar algumas historias reais q aconteceu comigo e minha irma, tudo começou quando tinha 19 anos e ela 18, eu sou viciado em filmes pornos e adoro tocar bronha vendo os filmes, certo dia na madrugada estava vendo um filme erotico no computador e tocando uma boa bronha minha irma q dorme em quarto diferente q o meu, acorda e me pega no flagra tocando uma bronha…nao tive o q falar e muito sem graça guardei meu pau embaixo do pijama, mas como tava muito duro nao adiantou nada,minha irma foi beber agua e quando voltou perguntou o que eu estava fazendo falei para ela numa boa q tava vendo um filme erotico e tocando uma punheta porque estava muito excitado,ela ficou com vergonha e quis ir embora dormir, mas falei com ela para ficar mais um pouco, ela se sentou do meu lado e continuou vendo o filme, ela estava com um baby dol bem curtinho, pela blusa dava para ver os biquinhos dos seios bem durinhos, eu estava com a coberta em cima do meu colo, mas meu pau estava muito duro, cada cena do filme ela, em q a mulher chupava o cara ela parecia ficar mais excitada, pedi para ela deitar no meu colo para que pudesse ficar mais confortaval, quando ela deitou sentiu meu pau duro, e pensei q ela iria sair na hora, mas ela colocou a mão sob a cabeça e ficou acariciando meu pau, nao aguentei e tirei meu pau do calção e mostrei para ela, ela começou a bater uma punheta bem gostosa pra mim afinal de contas era a primeira vez q agente tava fazendo isso e era a primeira vez q ela ia botar a mao em um pau,mas ela foi e colocou ela falou q nao sabia como se fazia…peguei a minha mao e peguei a mao dela e começou o movimento de sobe e desce, logo aprendeu, ela com akela maozinha pequeninha batendo uma punhetinha bem devagar, ficou batendo akela punhetinha bem devagar…foi quando o filme começou a esquentar e falei para acelerar a mao…nessa hora parecia ate q ela tinha muita experiencia ela comeceu a acelerar certinho e eu vi q logo iria gozar…perguntei se ela queria chupar na hora ela falou q nao com medo e ate com cara de nojo, aceitei na boa e falei q iria gozar…dei a sugestao de irmos no banheiro de empregada para gozar na privada,,,ela foi atras de mim igual uma putinha…chegando la fiz ela sentar na privada nao aguentei e dei ate uma forçada na cabeça dela para chupar mas ela estava com medo…ela so ficou tocando ,avisei q iria gozar para ela acelerar mais a mao ela obedeceu,,,gozei dentro de uma pia e de primeira vista ela nao gostou…mais foi a primeira vez q agente fez uma sacanagem…depois dessa quase todos os dia ela queria dormir no meu quarto, no proximo conto como ela bebeu muita porra… Postar umas fotos dela….

– Fica tranquila, Carina, somos amigos também, eu jamais te exporia…Ela ficou vermelha, em princípio, mas depois abriu seu sorriso bonito, veio em minha direção, me deu um abraço fraternal e agradeceu. Sem perdermuito tempo ele me pega pela mao e me leva a seu quarto e pede pra eu ficar de quatro sobre ela, coloca a camisinha e volta a foder minha buceta, nao demora pra tocarmeu cuzinho com seus dedos massageando-o e com sua saliva tenta coloca-lo em mim, ele pede pra continuar nessa posição tira de mim e vai ao banheiro e rapidamente retorna e continua me fodendo, sinto algo gelado tocar meu cuzinho quente de tesao, seus dedos deslizam e me penetram com mais facilidade, logo estou pronta para receber aquelepau que depois de algumas gotas geladas a mais sinto ele devagar entrar em mim. – Seu idiota! Num sabe que caçar é proibido?!Depois de ler este conto, acesse o vídeo em:Depois de muitas conversas e várias discussões minha esposa passou a entender que também sentia falta de algo novo e mais quente, entretanto havia ao longo da vida adquirido padrões vitorianos de liberdade sexual, para entenderem até mesmo se tocar ela ainda não dominava e nem mesmo sentia o prazer de verdade que isso pode dar.

Era a mulher do caseiro do sítio de meus cunhados, cabelos negros, corpo bem formado. -Porra que delícia tia,vou querer um boquetegostoso desse todo dia. Então ele me agarrou e me deu um beijo delicioso,com aquele beijo senti meu corpo se arrepiar,então ele foi descendo pelo meu pescoço,e fico ali perto da minha orelha,me dizendo palavras safadas e descendo para meu seios que ja estavam com os novos bem durinhos e começou a chupar e passar a língua e isso me dava mais é mais tesão,ele chupada com tanta vontade nossa era delicioso ver ele com tanta vontade.